30 de jun de 2011

ALGUMAS DICAS PARA PENSAR NA HORA DE ESCOLHER A PROFISSÃO.

Se você está escolhendo a profissão é importante fazer a si mesmo algumas perguntas para cada profissão que pensar antes de decidir o que fazer, veja os exemplos abaixo:

Quer Fazer:

Medicina – pergunte-se Como lido com o sofrimento? Como lido com a morte?

Ciências da Computação e outras áreas da Informática – Gosto de informática como usuário ou quero fazer programação, lidar com cálculos?

Psicologia – Gosto de ler muito? Tenho paciência para ouvir as pessoas por algum tempo sem interromper e sem falar? Sou capaz de controlar aquela vontade de dar conselhos?

Medicina Veterinária – Gosto de animais para ter um bichinho de estimação e fazer carinho ou gosto a ponto de lidar também com o sofrimento do bicho e até judiar dele quando necessário?

Engenharias – Gosto de lidar com cálculos, elaborar e desenvolver projetos em pranchetas?

Gastronomia – Gosto de cozinhar, testar receitas, criar novas receitas, passar a maior parte do dia na cozinha?

Jornalismo – Quero fazer jornalismo porque gosto de escrever? Que tipo de texto gosto de escrever? Não me importarei de fazer reportagem local em casos muitas vezes escabrosos, tais como: assassinatos, incêndios, enchentes e outros? Estou pensando no glamour da profissão?
OBS: O glamour do Jornalismo é para poucos.

Publicidade e Propaganda – Não vou me sentir incomodado por ir a festas a trabalho? Tenho problemas com horários? Gosto de lidar com pesquisas e cálculos?

Hotelaria e Turismo – Como irei me sentir tendo que trabalhar quando todos estão de férias e ter férias quando todos estiverem trabalhando? Como é para eu ter que trabalhar em feriados e datas comemorativas?

26 de jun de 2011

ESTE BLOG ESTÁ DE LUTO NO DIA DE HOJE.

Morre o ex-ministro da Educação Paulo Renato Souza

Do Portal G1:
26/06/2001

O ex-ministro da Educação Paulo Renato Souza, 65 anos, morreu na noite deste sábado (25) após sofrer um infarto fulminante na cidade de São Roque, interior de São Paulo, onde passava o feriado de Corpus Christi em um hotel da cidade.
Segundo informações da assessoria do governo do Estado de São Paulo, Paulo Renato chegou a ser socorrido, mas não resistiu. O velório deve ser realizado neste domingo (26) na Assembleia Legislativa de São Paulo.
No Twitter, o ex-governador de São Paulo José Serra lamentou a morte de Paulo Renato. “Foi-se Paulo Renato, meu querido amigo, um dos maiores homens públicos do Brasil. Foi um grande secretário e um grande ministro da Educação”, escreveu Serra.
Assim como Serra, outros políticos lamentaram a morte do ex-ministro. “Grande perda para o Brasil e para os amigos o falecimento do Paulo Renato de Souza” , escreveu o secretário estadual da Cultura de São Paulo, Andrea Matarazzo.
“Estou chocado com a perda do amigo Paulo Renato Souza, o melhor chefe que tive em toda minha vida! Ministro da Educação de FHC”, escreveu o coordenador de Comunicação da Secretaria de Transportes Metropolitanos, Raul Christiano.
Paulo Renato Souza
Nascido em Porto Alegre, Paulo Renato era formado em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Um dos fundadores do PSDB, foi Ministro da Educação no governo Fernando Henrique Cardoso (entre 1995 e 2002) e Secretário de Educação do Estado de São Paulo no governo José Serra (entre 2009 e 2010) e no governo Franco Montoro (entre 1984 e 1986). Dentre as suas maiores realizações à frente do ministério da Educação estão o ENEM e o SAEB.
Na década de 80, foi Reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Na década de 70, Paulo Renato foi especialista das Nações Unidas em questões de empregos e salários. Ele também foi vice-presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, em Washington.

Por Reinaldo Azevedo

Paulo Renato de Souza foi sem dúvida nenhuma o melhor Ministro da Educação que o Brasil já teve, sua maior preocupação foi a de colocar todas as crianças na escola.
Na época em que ele foi Ministro da Educação tive a oportunidade de realizar um trabalho para o MEC, pela empresa que eu trabalhava, lembro-me bem de quando questionamos sobre a qualidade da educação a resposta que tivemos foi a seguinte – A qualidade da educação é algo imprescindível e urgente, porém, não é fácil e nem do dia para a noite, tenho primeiro que tirar as crianças da rua é dar oportunidades.
Foi o primeiro Ministro a se preocupar com a Educação ligada às necessidades do mercado de trabalho, foi ele quem criou o PROEP – Programa de Expansão da Educação Profissional, criou o ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio com a finalidade de diagnosticar a situação do Ensino Médio e criar ações para a melhoria da qualidade.
Enfim Paulo Renato de Souza foi o melhor Ministro da Educação que o Brasil já teve.
Não podemos esquecer também que foi Paulo Renato que transformou a UNICAMP na potência que é hoje e uma das melhores universidades da América Latina.

13 de jun de 2011

PSICOLOGIA, ENTREVISTA COM PSICÓLOGA

DESCRIÇÃO DA PROFISSÃO:

A Psicologia é a ciências que estuda o comportamento humano e fenômenos psíquicos através de observações, análises e interpretações que ajudam no diagnóstico e tratamento de distúrbios emocionais e de personalidade.
As principais atividades do Psicólogo encontram-se em quatro várias áreas: clínica, educacional, organizacional, social-comunitária, jurídica e hospitalar.
Na área clínica realiza triagem de pacientes, faz o diagnóstico.
Cuida do tratamento e prevenção de distúrbios mentais, emocionais e de personalidade.
Dá consultas e atendimento psicoterápico e aconselhamento psicológicos a pessoas com dificuldades.
Dirige e assessora serviços de psicologia.
Atende individualmente ou em grupo famílias, casais ou indivíduos com distúrbios mentais, emocionais, psicomotores, psicopedagógcos e de comportamento, faz a avaliação, trata e previne problemas.
Ajuda o cliente na busca das soluções das dificuldades ou queixas apresentadas, lidando com as formas de relação que o paciente estabelece consigo mesmo, com os outros e com a sua realidade de vida.
Na Psicologia Organizacional atua em departamentos de Recursos Humanas em recrutamento, seleção, treinamento, análise de cargo e função, diagnóstico organizacional.
Faz o planejamento e avaliação de problemas ligados ao trabalho, como estresse, alcoolismo, uso de drogas, problemas familiar,.
Elabora programas de caráter motivacional e avaliação de desempenho.
Trata de outras questões da saúde psicológica relacionadas ao trabalho.
Participa de programas de higiene mental e segurança do trabalho.
Na Psicologia Educacional atua junto a professores, diretores, coordenadores orientando-os em conhecimentos necessários à avaliação crítica e a reflexão de seus papéis junto aos alunos.
Colabora na elaboração de programas, planejamento de estímulos educacionais.
Participa na elaboração de currículos escolares, acompanha e orienta estudantes com problemas de aprendizagem.
Planeja e realiza trabalho de orientação vocacional profissional estimulando o desenvolvimento de atitudes, conhecimento, desenvolvimento de habilidades que facilitam a resolução de problemas relacionados a escolha profissional e planejamento de carreira.
Na área jurídica planeja o atendimento junto a presídios, abrigos de menores infratores.
Dá assessoria em questões jurídicas elaborando laudos psicológicos para diversas finalidades.
Acompanha casos de adoção, desenvolve programas educacionais para presidiários e menores abandonados.
Em Psicologia Hospitalar acompanha pacientes terminais e familiares, auxilia na recuperação de pacientes com seqüelas físicas, dá atendimento geriátrico.


CAMPOS DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL:

Centros de assistência a saúde, organizações comunitárias, associações esportivas, empresas comerciais e industriais, agências de emprego, clínicas de psicologia, creches, escolas, ambulatórios, hospitais, centros de repouso, de reabilitação, orfanatos, entidades que cuidam de menores infratores ou abandonados, penitenciárias, tribunais, varas da infância e juventude, consultórios particulares, institutos de pesquisa.
Tendo a licenciatura, pode ainda, lecionar psicologia aplicada em cursos técnicos e pós-graduado pode ministrar aulas em cursos superiores.

CURRÍCULO MÍNIMO DO CURSO:

Matérias Básicas: psicologia, Estatística, psicologia Geral e Experimental, Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia da Personalidade, Psicologia Social, Antropologia, Sociologia, Educação Física.

Matérias de Formação Profissional: Técnicas de Exames e Aconselhamento Psicológico, Ética Profissional, Psicologia do Excepcional, Dinâmica de Grupo e Relações Humanas, Pedagogia Terapêutica, Psicologia Escolas e Problemas de Aprendizagem, Teorias e Técnicas Psicoterápicas, Seleção e Orientação Profissional, Psicologia da Indústria.

Estágio: Obrigatório e Supervisionado

Duração do Curso: 5 anos.

ENTREVISTA

MARIA LUIZA CORREIA BONELLO

Psicóloga Clínica formada pelo Instituto de Ensino Superior Senador Flaquer há mais de 30 anos.
Especialista em Psicoterapia e Aconselhamento Psicológico de Adolescentes, Adultos e Casais, Técnicas de Relaxamento e Análise Transacional.

Como foi a sua escolha profissional?
Desde o Ensino Médio, comecei a me interessar por Psicologia, levada pela Filosofia, onde mostrava o comportamento e as dificuldades do ser Humano. Esse parco conhecimento me levou a pensar em Psicologia onde teria uma maior possibilidade de conhecer técnicas que ajudariam a entender e ajudar as pessoas. E foi o que fiz , passei a procurar tudo a respeito e o meu interesse se tornava cada vez maior, e hoje sou Psicóloga Clínica atuando na área a mais de 30 anos...


Quais os conhecimentos necessários para o bom desenvolvimento profissional, que não se aprende na faculdade e nem nos cursos de especialização?
Administrar um consultório, desde agendamento, parte financeira para se manter atuando, além é claro dos anos de prática, que vai fazer a diferença, pois numa faculdade se vê teoria, algum estágio, estágio esse que mostra uma ou outra possibilidade, enquanto no consultório, os casos que aparecem são os mais inusitados, inimagináveis e também é claro, os mais corriqueiros, que enquanto no Curso de Graduação ou um curso de especialização nem sequer de longe oferece e estar sempre atualizado em relação a tudo.


Em sua opinião o que é necessário para ser um bom profissional nessa área?
Não se envolver com os problemas dos pacientes, estar despido de preconceitos, ter como principal objetivo entender e ajudar com técnicas, conhecimentos e boa vontade, e não ter pretensão de enriquecer, para não desanimar da profissão.

No exercício profissional você corre riscos?
No meu entender não, e nunca ouvi falar, porque uma pessoa quando procura um profissional dessa área é porque está precisando de ajuda para algo que o atormenta, e via de regra o Psicólogo passa a ser seu “porto seguro” sendo assim, ela é a pessoa que o está ajudando, portanto não irá querer feri-la.

Quais os campos de atuação do Psicólogo?
Cínica, Hospitalar, Organizacional, Escolar
Para exercer a profissão você tem que abrir mão de algumas coisas da sua vida pessoal?
Como está o mercado de trabalho?
Embora todas as pessoas devessem fazer Terapia, falando da área que atuo, poucos são os que investem em si mesmos, tendo em vista seu bem estar interior, suas prioridades estão longe disso, sendo que sem ele, tudo fica mais difícil com menor aceitação, menos tolerância, com surgimento de depressão e outros tipos de sofrimento.

Quais são as perspectivas futuras para o mercado de trabalho?
A meu ver, deve continuar sem muitas perspectiva em função do que foi dito acima.


Quais as dificuldades encontradas no início da carreira?
Local de trabalho, localização, e um pouco de insegurança o que é comum em função da diversidade de casos.
Quais as dificuldades encontradas atualmente?
Não valorização do investimento na saúde mental, emocional que levaria a aquisição de um maior equilíbrio.

O salário é compensador?
É variável para o profissional autônomo, pois depende do número de clientes que possui e da localização em que se encontra.


Que conselho daria a quem deseja seguir a carreira?
Avaliar bem quais são seus objetivos, sua tolerância com problemas alheiros e se empenhar em leituras não só da área como também as demais áreas.

12 de jun de 2011

PROVA E GABARITO A UNESP

A UNESP realizou hoje 12/06 a prova de Primeira Fase do vestibular de meio de ano.
Veja abaixo a prova e o gabarito.

PROVA

GABARITO

3 de jun de 2011

MEC DISTRIBUI LIVRO COM ERRO DE MATEMÁTICA A 37 MIL ESCOLAS.

ANGELA PINHO
DE BRASÍLIA

O Ministério da Educação gastou R$ 14 milhões para distribuir material didático com erros de matemática a 37 mil escolas de educação no campo no ano passado.
Nele se aprende, por exemplo, que 10-7=4 e que 16-8=6. Há ainda exercícios que remetem à página errada e frases incompletas.
Foi pedida à CGU (Controladoria-Geral da União) uma sindicância para apurar as eventuais responsabilidades pelos erros e pela falta de revisão.
A coleção na qual os erros foram detectados tem obras sobre matemática, língua portuguesa, ciências, geografia e história.
O total de estudantes prejudicados, de acordo com o MEC, é de cerca de 300 mil, menos de 1% do ensino público.
Após a constatação dos erros, o ministério decidiu enviar aos coordenadores do programa de educação no campo uma orientação para que o uso do material seja.

Folha On Line. 03/06/2011-21h05

Não há o que comentar a cada dia que passa o Sr. Haddad que se diz Ministro da Educação apronta mais uma.
Sinceramente acredito que o MEC está cheio de cabides de emprego do PT analfabetos.

Nestes meus 60 anos de idade e 34 anos trabalhando na educação nunca vi algo semelhante e nem próximo do que está acontecendo nestes últimos nove anos na educação brasileira.