30 de mai de 2010

PROGRAMA SHOW MAIS

No último dia 24/05 participei do Programa Show + da Rede TV+, como era dia do Vestibulando o tema abordado foi o Vestibular e Escolha da Profissão.
O programa foi muito bom foi possível falar de quase tudo o que é necessário para a escolha profissional e vestibular.


ASSISTA AO PROGRAMA AQUI

28 de mai de 2010

TECNOLOGIA EM PRODUÇÃO CULTURAL

DESCRIÇÃO DA PROFISSÃO

Produz, organiza e promove eventos artísticos, culturais, esportivos e divulgação científica, tais como shows, peça de teatro, dança, música, artes visuais produções cinematográficas, exposições, entre outros.
Desenvolve ações em todas as etapas do processo de organização de eventos, desde o planejamento, criação do projeto, obtenção da documentação necessária, utilização de normas cerimoniais e protocolos.
Faz a reserva de locais e equipamentos para a realização do evento.
Cuida da captação de recursos, contratação de fornecedores e pessoal técnico.
Organiza toda a montagem do evento, supervisiona os serviços de iluminação, segurança, som, acomodações, buffets, etc.
Organiza a disposição de postos médicos, policiais, bombeiros e outros.
Administra serviços , materiais e funcionários.
Elabora programas de marketing e divulgação
Acompanha a distribuição de convites e vendas de ingressos.
Acompanha e supervisiona a desmontagem e limpeza do local do evento.


CAMPOS DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Empresas de divulgação artística e cultural, organização de eventos, clubes esportivos, casas de shows, teatros, buffets, em empresas públicas e privadas.

26 de mai de 2010

TEMA DE REDAÇÃO

Como já coloquei aqui várias vezes REDAÇÃO se aprende fazendo.
O ideal seria fazer uma redação por dia, fica um pouco complicado né! Então faça uma por semana.
Para ajudá-los nesta tarefa aqui está o Tema de Redação que caiu no vestibular 2010 da Universidade Federal da Bahia.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA 2010

INSTRUÇÕES
Para a realização desta prova, você recebeu este Caderno de Questões e uma Folha de Resposta.
NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL.

1. Caderno de Questões
• Verifique se este Caderno de Questões contém a seguinte prova:
REDAÇÃO – 01 questão subjetiva.
• Registre seu número de inscrição no espaço reservado para esse fim, na capa deste Caderno.
• Qualquer irregularidade constatada neste Caderno deve ser imediatamente comunicada ao fiscal de sala.

• Neste Caderno, você encontra apenas um tipo de questão:
De Redação – questão subjetiva, que visa avaliar a capacidade de expressão escrita do candidato, com base em tema proposto.
• Leia cuidadosamente o enunciado da questão e escreva sua Redação, atendendo ao tema proposto, com objetividade e correção de linguagem. Em seguida, transcreva o seu texto na Folha de Respostas.
• O rascunho deve ser feito no espaço a ela destinado, neste Caderno.
2. Folha de Resposta
A Folha de Resposta é pré-identificada, isto é, destinada exclusivamente a um determinado candidato.
Por isso, não pode ser substituída, a não ser em situação excepcional, com autorização expressa da Coordenação dos trabalhos. Confira os dados registrados no cabeçalho e assine-o com caneta esferográfica de TINTA PRETA ou AZUL-ESCURA, sem ultrapassar o espaço reservado para esse
fim.
• Nessa Folha de Resposta, você só deve utilizar o espaço destinado à Redação, o suficiente para desenvolver o tema.
3. ATENÇÃO!
• Será ANULADA a prova que possibilite a identificação do candidato.
• Na Folha de Respostas, NÃO ESCREVA na Folha de Correção, reservada ao registro das notas das questões.

ESTA PROVA DEVE SER RESPONDIDA PELOS CANDIDATOS AOS
CURSOS DO GRUPO E.
GRUPO E
Artes Cênicas – Direção Teatral
Artes Cênicas – Interpretação
Teatral
Artes Plásticas
Canto
Composição e Regência
Dança
Design
Instrumento
Licenciatura em Desenho e
Plástica
Licenciatura em Música
Licenciatura em Teatro
Música Popular
Superior de Decoração

UFBA – 2010 – 2a fase – Redação – 2
Redação
• Escreva sua Redação, com caneta de tinta AZUL ou PRETA, de forma clara e legível.
• Caso utilize letra de imprensa, destaque as iniciais maiúsculas.
• O rascunho deve ser feito no local apropriado do Caderno de Questões.
• Na Folha de Resposta, utilize apenas o espaço a ela destinado.
• Assine a prova APENAS NO CABEÇALHO. A assinatura no campo da resposta ANULARÁ a sua Redação!
• Será atribuída pontuação ZERO à Redação que
– não se atenha ao tema proposto;
– esteja escrita a lápis, ainda que parcialmente;
– apresente texto incompreensível ou letra ilegível;
– esteja escrita em verso;
– apresente texto padronizado, comum a vários candidatos;
– NÃO SEJA RESPONDIDA NA RESPECTIVA FOLHA DE RESPOSTA;
– ESTEJA ASSINADA FORA DO LOCAL APROPRIADO;
– POSSIBILITE, DE ALGUMA FORMA, A IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO.

I.
O menino parado no sinal de trânsito vem em minha direção e pede esmola. Eu
preferia que ele não viesse. [...] Sua paisagem é a mesma que a nossa: a esquina, os meios-fios, os postes. Mas ele se move em outro mapa, outro diagrama. Seus pontos de referência são outros.
Como não tem nada, pode ver tudo. Vive num grande playground, onde pode brincar com tudo, desde que “de fora”. O menino de rua só pode brincar no espaço “entre” as coisas. Ele está fora do carro, fora da loja, fora do restaurante. A cidade é uma grande vitrine de impossibilidades. [...] Seu ponto de vista é o contrário do intelectual: ele não vê o conjunto nem tira conclusões históricas — só detalhes interessam. O conceito de tempo para ele é diferente do nosso. Não há segunda-feira, colégio, happy hour. Os momentos não se somam, não armazenam memórias. Só coisas “importantes”: “Está na hora do português da lanchonete despejar o lixo...” ou “estão dormindo no meu caixote...” [...]
Se não sentir fome ou dor, ele curte. Acha natural sair do útero da mãe e logo estar junto aos canos de descarga pedindo dinheiro. Ele se acha normal; nós é que ficamos anormais com a sua presença.
JABOR, A. O menino está fora da paisagem. O Estado de São Paulo, São Paulo, 14 abr. 2009. Caderno 2, p. D 10.

II.
Vinte anos se passaram desde a queda do Muro de Berlim. A cidade comemora com uma programação rica em atividades. Pode-se conferir, por exemplo, uma grande exposição de fotografias na Alexander Platz ou ver de perto a restauração da East Side Gallery, um pedaço de muro ainda existente que se transformou numa galeria de arte a céu aberto. [...]
Em Berlim, [...] tenho ouvido a afirmação recorrente de que o muro persiste enquanto paisagem interiorizada pelos habitantes da cidade. [...] Onde buscar esse muro internalizado? [...]

UFBA – 2010 – 2a fase – Redação – 3
Tudo isso faz pensar nas cidades brasileiras, onde os muros tomam conta da paisagem, seja segregando favelas e bairros populares, seja cercando os condomínios fechados dos bairros nobres. Berlim nos ensina que o muro é forma-conteúdo, é produto e também processo, reflete e condiciona o modo como uma sociedade lida com a diferença. O muro também produz a diferença e radicaliza a ocultação do “outro”, transforma diferença em segregação e desigualdade.
SERPA, A. Muros internalizados. A Tarde, Salvador, 1o ago. 2009. Caderno Opinião, p. A 3.

III.
Todo muro tem dois lados. Se, do lado de cá, ele impede o avanço do nosso descaso para com os pobres; do lado de lá, ele vai servir de trincheira, casamata e torre para os que se aproveitam da pobreza “criminosamente” [...]. Com o muro, concretiza-se o que o Zuenir Ventura diagnosticou como uma cidade partida que, murada, será irremediavelmente repartida.
DAMATTA, Roberto. O problema do muro no Brasil. O Estado de São Paulo, 15 abr. 2009. Caderno 2. p. D 12.

Os três fragmentos oferecidos para a sua reflexão apresentam situações distintas,
mas que se identificam ao tratarem dos muros visíveis e invisíveis que separam as pessoas.
A partir de uma análise das ideias desses fragmentos, produza um texto argumentativo — na forma de prosa que julgar conveniente — em que você discuta a desigualdade reveladora de muros visíveis e invisíveis no Brasil, sugerindo alternativas de mudança.

19 de mai de 2010

MERCADO DE TRABALHO

Esse texto foi um dos primeiros que postei no blog, ainda em 2008, estou repetindo porque muita gente não viu, então, vale a pena colocar novamente.


O Mercado de trabalho está cada vez mais exigente e competitivo, assim como o atleta se prepara para uma competição é preciso se preparar para o mercado de trabalho.
Preparar-se para este mercado significa ter foco na carreira profissional, desenvolver competências e habilidades que permitam competir com outros profissionais.
Não é competir de qualquer forma, massacrar o outro, mas sim competir através do saber ser e saber fazer.
As competências e habilidades valorizadas pelo mundo do trabalho são:
- Ter em mente três palavras chaves: GLOBALIZAÇÃO, TECNOLOGIA E CONHECIMENTO.
- Ter um projeto pessoal de formação contínua – estudar sempre utilizando todos os meios como forma de aprendizagem até mesmo uma viagem a passeio;
- Saber se comunicar principalmente em Português;
- Ter fluência em outros idiomas;
- Saber trabalhar em equipe;
- Ter boa cultura geral;
- Respeitar a diversidade étnica e cultural;
- Ter espírito empreendedor e criativo;
- Ser flexível, facilidade em adaptar-se a novas situações;
- Ter capacidade de liderança;
- Saber administrar o tempo;
- Ser persistente e paciente;
- Ter hábitos saudáveis;
- Participar de trabalhos comunitários
- Saber conquistar e manter bons relacionamentos;
- Ter conhecimento de partes e do todo de forma integrada;
- Ter equilíbrio emocional;
- Dominar a tecnologia.
Enfim preparar-se para o Mercado de Trabalho hoje vai além do saber fazer é preciso também conhecer e saber aprender sempre.
Iniciação no Mercado de Trabalho

Uma das preocupações do estudante é como ingressar no mercado de trabalho uma vez que as empresas pedem experiência profissional. Existem algumas formas de iniciar no mercado de trabalho que são: ESTÁGIO E PROGRAMAS DE TRAINEE
ESTÁGIO:

Estágio: SÃO atividades de aprendizagem social, profissional e cultural, que o estudante pela em situações reais de vida e trabalho de seu meio, realizadas na comunidade em geral ou em empresas públicas ou privadas, sob responsabilidade e coordenação da instituição de ensino.
O estágio é oferecido a alunos regularmente matriculados em cursos de Educação Profissional, Superior e Ensino Médio, em escolas públicas e particulares em empresas pública, privadas e instituições de ensino para a realização de tarefas relacionadas à sua área de aprendizagem. O estágio não é e nem deve ser confundido com emprego. É o complemento da aprendizagem onde irá colocar em prática os conhecimentos teóricos aprendidos na escola, contribui para a formação profissional do estudante. O estagiário não tem vínculo empregatício com a empresa na qual realiza o estágio, portanto não tem os mesmos direitos dos trabalhadores.
PROGRAMAS DE TRAINEE: Estes programas visam a formação do profissional que acabou de sair da faculdade para que possa iniciar sua carreira em uma empresa ou função com a qual tenha afinidade. Por isso, durante todo o processo seletivo, além de requisitos básicos como conhecimentos gerais, capacidade de relacionamento e de trabalho em equipe, é avaliado também se o candidato tem o perfil adequado ou compatível com a instituição que pretende trabalhar.

17 de mai de 2010

INSCRIÇÕES PARA VESTIBULARES

Fac. de Agronomia Dr. Francisco Maeda (FAFRAM)
Inscrições somente internet 26/04 a 21/06/2010
Taxa de inscrição R$ 60,00
Exames 26/06/2010


Faculdade Senai MARIO AMATO (São Bernardo do Campo - SP)
Inscrições somente na internet 26/04 a 21/05/2010
Taxa de inscrição R$ 45,00
Exames13/06/2010

Faculdade Senai Armando de Arruda Pereira (São Caetano do Sul)
Inscrições somente internet 26/04 a 21/05/2010
Taxa de inscrição R$ 45,00
Exames 13/06/2010

Faculdade Tecnológica Termomecânica (São Bernardo do Campo - SP)
Inscrições somente internet 12/04 a 26/05/2010
Taxa de inscrição R$ 15,00
Exames 20/06/2010

Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (INSPER / IBMEC)
Inscrições somente pela internet 15/03 a 26/05/2010
Taxa de inscrição R$ 180,00
Exames 13/06/2010

SENAC-SP
Inscrições somente internet 15/04 a 15/06/2010
Taxa de inscrição R$ 80,00
Exames 26/06/2010


Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
Inscrições somente internet 18/05 a 09/06/2010
Taxa R$ 110,00
Exames13/06/2010

15 de mai de 2010

INSCRIÇÕES DE VESTIBULARES

Centro Universitário da Fundação de Ciências Aplicadas- FEI
Inscrições 15/04 a 08/06/2010
Taxa de inscrição R$ 50/60,00
Exames 12 e 13/06/2010

Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Campinas
Inscrições Somente internet Até 26/05/2010
Taxa de inscrição R$ 60,00
Exames 30/05/2010

Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Santos
Inscrições somente internet Até 29/05/2010
Taxa de Inscrição R$ 30,00
Exames 30/05/2010

Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM)
Inscrições 10/05 a 25/06/
Taxa de inscrição R$130,00
Exames 04/07/2010

Faculdade de Belas Artes de São Paulo
Inscrições somente internet 05/04 a 30/06/2010
Taxa de inscrição R$ 60/80,00
Exames 03/07/2010

Faculdade de Tecnologia de São Paulo (FATEC-SP)
Inscrições somente internet 07/05 a 08/06/2010
Taxa de inscrição R$ 70,00
Exames 04/07/2010

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnológica de São Paulo (IFSP-SP)
Inscrições somente internet 10 a 25/05/2010
Taxa de inscrição R$ 50,00
Exames 27/06/2010

Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)
Inscrições somente internet 10/05 a 13/06/2010
Taxa R$ 75,00
Exames 19/06/2010

Universidade de Brasília (UNB)
Inscrições somente internet 10 a 30/05/2010
Taxa de inscrição R$ 80,00
Exames 19 e 20/06/2010

Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT)
Inscrições somente internet 29/03 a 31/05/2010
Taxa de inscrição R$ 90,00
Exames 27 e 28/06/2010

11 de mai de 2010

TECNOLOGIA EM ALIMENTOS

DESCRIÇÃO DA PROFISSÃO

O Tecnólogo em Alimentos planeja, executa, coordena, controla e supervisiona os processos de produção de alimentos e bebidas.
Planeja o beneficiamento dos alimentos.
Supervisiona, orienta, coordena e controla a seleção da matéria prima.
Supervisiona e acompanha todas as fases da industrialização dos alimentos
Realiza o controle da qualidade físico-química, microbiológica, microscópica e sensorial das matérias primas e produtos acabados.
Planeja a racionalização das operações industriais com maximização do rendimento e da qualidade dos produtos.
Coordena o armazenamento da matéria prima e dos produtos acabados.
Pesquisa e desenvolve novos produtos e processos alimentícios.
Planeja, realiza e coordena a inspeção sanitária na indústria e alimentos.
Orienta e supervisiona as atividades de manutenção dos equipamentos utilizados nos processos das indústrias de alimentos.
Realiza o controle de qualidade dos serviços de alimentação com o objetivo de proteger a saúde dos consumidores.
Estuda e pesquisa o desenvolvimento de novas tecnologias e técnicas de conservação, embalagens.
Organiza e dirige departamentos de controle de qualidade.
Zela pelo cumprimento da legislação que regulamenta as atividades e os produtos industrializados.
Participa dos projetos de produção e comercialização dos produtos alimentícios.


CAMPOS DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Indústrias de alimentos de origem vegetal e animal, indústrias de embalagens para produtos alimentícios, institutos de pesquisas científicas e tecnológicas, laboratórios especializados em conservação de alimentos e instituições de ensino.

4 de mai de 2010

ENGENHARIA DE PETRÓLEO

DESCRIÇÃO DA PROFISSÃO

Realiza estudos para localização e análises de jazidas de petróleo
Faz a prospecção da área de jazidas, analisa o potencial econômica, a viabilidade técnica e as principais características geológicas da região.
Elabora o projeto de extração, define a estrutura necessária e determina a melhor técnica para extrair o petróleo.
Supervisiona e coordena a execução do projeto.
Faz o planejamento da logística de transporte, armazenamento, estocagem e abastecimento.
Realiza estudos para a preservação ambiental do lugar onde está localizada a jazida.
Acompanha os processos de refino e transformação do petróleo.
Efetua pesquisas de outras formas de energia que possam substituir a energia petrolífera objetivando o desenvolvimento sustentável e a preservação ambiental.

CAMPOS DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Empresas públicas e privadas de extração e refino e derivados de petróleo, empresas de transportes de combustíveis, instituições de ensino e pesquisa, entre outras.

2 de mai de 2010

TÉCNICO EM COMUNICAÇÃO VISUAL

DESCRIÇÃO DA PROFISSÃO

O Técnico em Comunicação Visual utiliza a imagem como meio de expressão.
Executa a programação visual de diferentes formatos gráficos como cartazes, folhetos, revistas, capas de livros e discos, painéis,, portais, folders, logotipos, embalagens etc.
Desenvolve elementos criativos e estéticos de comunicação visual gráfica.
Cria ilustrações, desenvolve elementos de identidade visual, aplica e implementa sinalizações.
Analisa, interpreta e propõe a produção de identidade visual de peças.
Controla, organiza e armazena materiais físicos e digitais da produção gráfica.

CAMPOS DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Agências de Publicidade, editoras de livros e revistas, provedores de internet, escritórios de design, indústrias de embalagens, entre outras.