8 de out de 2009

LAMBANÇAS DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

O Ministro da Educação resolveu no início deste ano que iria fazer uma grande mudança na prova do ENEM e nos vestibulares das Universidades Federais.
As Universidades passariam a usar o ENEM em substituição ao vestibular ou como parte do mesmo, só não se conscientizou que o ENEM se tornaria em um grande vestibular e como tal passa a exigir uma grande estrutura, exigir profissionalismo. É o que faltou ao Ministro da Educação ao diretor do INEP.
Com seu amadorismo o excelentíssimo senhor ministro está fazendo com que os estudantes paguem a conta de tamanha irresponsabilidade.
É preciso mudar? Sim é preciso, mas toda mudança exige tudo aquilo que faltou ao MEC e ao INEP estudo, estrutura e organização.
Várias Universidades já descartaram a utilização da nota do ENEM para ajudar no vestibular, como por exemplo, FUVEST, UNICAMP, PUC-SÃO PAULO, PUC-MINGAS GERAIS, outras adiaram a data dos vestibulares, como a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), O IBGE também mudou a data do concurso.
As Universidades Federais que aceitara usar o ENEM em substituição do vestibular ou em parte estão estudando um plano B caso haja algum problema.
Tudo isso gerou uma grande insegurança nos estudantes, mas, agora a melhor coisa é se acalmar, estudar com tranquilidade e claro ficar de olho nas notícias sobre as universidades e faculdades que estão descartando a nota do ENEM ou adiando a data dos vestibulares.

Nenhum comentário: