26 de jun de 2011

ESTE BLOG ESTÁ DE LUTO NO DIA DE HOJE.

Morre o ex-ministro da Educação Paulo Renato Souza

Do Portal G1:
26/06/2001

O ex-ministro da Educação Paulo Renato Souza, 65 anos, morreu na noite deste sábado (25) após sofrer um infarto fulminante na cidade de São Roque, interior de São Paulo, onde passava o feriado de Corpus Christi em um hotel da cidade.
Segundo informações da assessoria do governo do Estado de São Paulo, Paulo Renato chegou a ser socorrido, mas não resistiu. O velório deve ser realizado neste domingo (26) na Assembleia Legislativa de São Paulo.
No Twitter, o ex-governador de São Paulo José Serra lamentou a morte de Paulo Renato. “Foi-se Paulo Renato, meu querido amigo, um dos maiores homens públicos do Brasil. Foi um grande secretário e um grande ministro da Educação”, escreveu Serra.
Assim como Serra, outros políticos lamentaram a morte do ex-ministro. “Grande perda para o Brasil e para os amigos o falecimento do Paulo Renato de Souza” , escreveu o secretário estadual da Cultura de São Paulo, Andrea Matarazzo.
“Estou chocado com a perda do amigo Paulo Renato Souza, o melhor chefe que tive em toda minha vida! Ministro da Educação de FHC”, escreveu o coordenador de Comunicação da Secretaria de Transportes Metropolitanos, Raul Christiano.
Paulo Renato Souza
Nascido em Porto Alegre, Paulo Renato era formado em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Um dos fundadores do PSDB, foi Ministro da Educação no governo Fernando Henrique Cardoso (entre 1995 e 2002) e Secretário de Educação do Estado de São Paulo no governo José Serra (entre 2009 e 2010) e no governo Franco Montoro (entre 1984 e 1986). Dentre as suas maiores realizações à frente do ministério da Educação estão o ENEM e o SAEB.
Na década de 80, foi Reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Na década de 70, Paulo Renato foi especialista das Nações Unidas em questões de empregos e salários. Ele também foi vice-presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, em Washington.

Por Reinaldo Azevedo

Paulo Renato de Souza foi sem dúvida nenhuma o melhor Ministro da Educação que o Brasil já teve, sua maior preocupação foi a de colocar todas as crianças na escola.
Na época em que ele foi Ministro da Educação tive a oportunidade de realizar um trabalho para o MEC, pela empresa que eu trabalhava, lembro-me bem de quando questionamos sobre a qualidade da educação a resposta que tivemos foi a seguinte – A qualidade da educação é algo imprescindível e urgente, porém, não é fácil e nem do dia para a noite, tenho primeiro que tirar as crianças da rua é dar oportunidades.
Foi o primeiro Ministro a se preocupar com a Educação ligada às necessidades do mercado de trabalho, foi ele quem criou o PROEP – Programa de Expansão da Educação Profissional, criou o ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio com a finalidade de diagnosticar a situação do Ensino Médio e criar ações para a melhoria da qualidade.
Enfim Paulo Renato de Souza foi o melhor Ministro da Educação que o Brasil já teve.
Não podemos esquecer também que foi Paulo Renato que transformou a UNICAMP na potência que é hoje e uma das melhores universidades da América Latina.

8 comentários:

Larissa disse...

É MUITO LEGAL TER UM BLOG QUE NOS AJUDE SOBRE NOSS VOCAÇÃO PROFISSIONAL.pra quem tá com dúvida é muito bom

Bruna M. disse...

Realmente triste essa noticia.
Ele foi um bom ministro.

Bjo ;)

Flavia Neris, disse...

Muito legal seu blog.

obrigada pela sua visita .

felipe leon disse...

Não sabia do falecimento dele . q triste
http://fleonandthecity.blogspot.com/

Victor Von Serran disse...

perdemos um otimo ministro, ecomo vc diz, o melhor da educação que tivemos até hoje. fiz um trabalho academico com sua obras em pauta. Vai deixar saudades e duvidas quanto aos novos ministerios !

beijo inez...não some !

joão alves disse...

Retribuindo a visita. Parabens pelo seu blog. Estou te seguindo. Segue o meu. Obrigado!

http://paradigmasdaspalavras.blogspot.com/

Jairo A disse...

Grande feitos por onde passou. Grande perda.

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

O Itamar tbm morreu, acho q foi de tristeza.