2 de mar de 2009

Documento da USP indica que Fuvest deve mudar este ano.

USP (Universidade de São Paulo) pretende mudar o formato da Fuvest a partir deste ano, o que poderá facilitar o vestibular para estudantes de escolas públicas. O jornal O Estado de S. Paulo teve acesso a um documento que descreve as mudanças - preparado por um grupo de representantes da reitoria e de algumas unidades -, apresentado pouco antes do carnaval ao Conselho de Graduação da instituição.
Entre as modificação propostas, a primeira fase do exame deixaria de contar pontos para a nota final e a segunda etapa passaria a incluir questões de todas as disciplinas. A expectativa é de que o documento seja aprovado até maio.No ano passado, 138 mil estudantes se inscreveram para a Fuvest, que é considerado o maior vestibular do País. O número, no entanto, foi o mais baixo registrado nos últimos 11 anos. Desde 2006, a USP vem implementando medidas para atrair mais candidatos que estudaram em escolas públicas para o exame .O documento explica que a primeira fase da Fuvest deve ser "visualizada como um filtro de acesso para a segunda fase", e por isso os pontos obtidos podem ser desconsiderados na próxima etapa. Dessa forma, ainda segundo o texto, "a segunda fase passa a ser disputada por candidatos de escolas públicas e particulares, que partirão das mesmas condições iniciais".A USP ainda argumenta que a mudança pode reduzir a influência do preparo em cursinhos pré-vestibulares "que investem em treinamento intensivo para lidar com provas objetivas" e que não são acessíveis aos estudantes carentes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

FONTE: Agência Estado 02/03/2009.
Notícia publicada hoje no uol educação.

11 comentários:

Nathália disse...

faz sentido. uma vaga na fuvest deve ser um objetivo ao alcance de todos, e não apenas dos que tem como pagar um cursinho.

Lidianne Andrade disse...

muito legal.

soublogueiro disse...

ahh com o tempo a fuvest muda mesmo!
Eu lembro que no meu tempo de vestibulando mudou muita coisa!

E como vc está?
Tem me visitado quando pode!?
Gostou da indicação daquela vez!?
Bjo

Mente Cuca disse...

AFF...
De novo o pessoal das escolas públicas se beneficiando. :/
Se não fosse por cotas para escolas públicas, eu teria passado no vestibular 2008 e nesse de 2009 :/ Não parece, mas os 10% a mais nos pontos oferecidos para escolas públicas faz uma diferença enormeeeee!!!
Fazer o que né?! :/

Digao disse...

Já disseram tudo o que eu tinha pra dizer eu acho que tanto como
o vestibular como tudo que se diz estudo tinha que ter mas Acessibilidade pra todos afim de ter um pais melhor e com mas dignidade assim TALVEZ seriamos um Pais de Primeiro mundo Eu não sei Pq não samos o Primeiro no mundo a fazer as coisas
sempre temos que copiar

palestranterogeriomartins disse...

Acredito que o grande problema não está em ser carente ou rico, mas em capacitação, estudo e dedicação. Tem muito aluno de escola particular que não pass na Fuvest e outros mais pobres, de escola pública que conseguem. Tudo bem que os números são mais favoráveis para os alunos da rede particular, então é preciso melhorar a escola pública.

Rogerio Martins
http://saladeterapia.blogspot.com/
http://palestranterogeriomartins.blogspot.com/

so na disse...

muito bom^^
se puder
http://sonabrisa.nomemix.com/
comente as postagen mais antigas tabem,
e entre na comunidade dele
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=23965519
atualização diaria.

Fábio Flora disse...

É, até faz sentido. Só não concordo com aqueles que defendem "privilégios" para negros ou estudantes da rede pública. Abraços e sucesso com o blog!

Danilo disse...

continuam mechendo no lugar errado. o que falta é melhorar as escolas públicas.

Daniel disse...

Quem me dera estudar na USP.

Élida Seixas disse...

Quem acha que aluno de escolas públicas tem beneficio não sabe a mentira que é. O ensino nas escolas públicas é horrível já nas escolas particulares é bem mais avançados, quem se beneficia ao fazer o vestibular? Claro quem teve um ensino melhor, os estudantes de escolas públicas têm que estudar bem mais pra conseguir passar em um vestibular, por isso deve sim mudar, a chance tem que ser para todos. Claro que o problema esta no ensino das escolas públicas, mas mudar isso parece ser mais difícil infelizmente =/