9 de jan de 2009

ESCOLHA DA PROFISSÃO NÃO É SORTEIO

No exercício da minha profissão tenho acompanhado muito adolescente em dúvida sobre o que fazer depois do Ensino Médio.
No Orkut, na Comunidade Profissão: Escolha Difícil há uma grande quantidade de jovens com dúvidas entre vários cursos perguntando a outros adolescentes na mesma situação o que deve fazer, geralmente estão entre três, quatro, às vezes até cinco cursos completamente diferentes, nada tendo a ver um com outro.
Vejo perguntas do tipo: Qual a profissão que dá mais dinheiro? Qual a profissão que você daria para a pessoa acima?
Considero isso tudo muito grave, demonstra que os jovens estão completamente despreparados para a escolha profissional.
Talvez por uma falha do sistema educacional que não prepara o jovem para este momento tão importante de sua vida, aliás, sua primeira grande dificuldade, talvez pela falta de informações adequadas sobre o mundo do trabalho.
Pesquisas mostram que 45% dos alunos que abandonam o curso superior desistem porque fizeram a escolha errada.
Escolher a futura profissão é coisa séria, não é um sorteio onde o contemplado, se souber administrar o prêmio estará bem para o resto da vida.
A escolha profissional é uma tarefa pessoal e intransferível, ninguém pode escolher nada por ninguém, deve ser feita com critério, organização e consciente.
É importante ouvir a opinião de pessoas que nos conhecem muito bem, como os pais, amigos mais próximos, alguns parentes próximos também, analisar estas opiniões, analisar seus interesses, buscar informações sobre as profissões de interesse, sobre o mercado de trabalho, analisar como seria passar 2/3 do dia dedicando-se a profissão, realizando aquelas tarefas.
Enfim é preciso que cada um faça uma análise de como seria exercer determinada profissão, realizar diariamente as tarefas inerentes da mesma.

2 comentários:

Balinha disse...

É bom pensar bem direitinho.

Sosucesso disse...

Temos que pensar mesmo.....
Pq vc está escolhendo o seu futuro