31 de jul de 2009

ENTREVISTA COM JORNALISTA

Sonia Regina Nabarrete é paulista de São Caetano do Sul. Tem 56 anos e há 36 é jornalista. Começou sua vida profissional no Diário do Grande ABC e trabalhou em diversas publicações do ABC e de São Paulo, entre elas o jornal O Estado de São Paulo. Colaborou com a revista Nova, da Editora Abril e ganhou o destaque do Prêmio Abril de Jornalismo em 1976. Foi também assessora de Imprensa do
Colégio Singular e da Federação Brasileira dos Distribuidores de Veículos. Há 23 anos, fundou a Soma Comunicação Empresarial, onde permanece até hoje como sócia-diretora.

PERGUNTA: Como foi sua escolha profissional?
RESPOSTA: Eu cursava o colégio, quando decidi ser jornalista. A escolha foi
motivada pela possibilidade de fazer duas coisas de que gosto:
escrever e lidar com gente.
PERGUNTA: Há quanto tempo você exerce a profissão?
RESPOSTA: Há 36 anos. Comecei a atuar na área em 1973, ao mesmo tempo em
que iniciava a Faculdade de Jornalismo.

PERGUNTA: Quais são as áreas de atuação do Jornalismo?
REPOSTA: O jornalista pode atuar em diferentes frentes: como repórter, redator ou
editor em jornais, revistas, programas jornalísticos de rádio, TV e
internet. Pode, também, trabalhar como assessor de imprensa de
empresas públicas, privadas ou mesmo de pessoas (artistas, esportistas).
Outra possibilidade é dedicar-se à comunicação corporativa, auxiliando
empresas e instituições a manterem um canal com seus diferentes
públicos: empregados, mercado, comunidade.

PERGUNTA: Atualmente você está atuando em qual área?
RESPOSTA: Sou sócia de uma empresa de comunicação empresarial, a Soma
Comunicação, e me dedico à produção de publicações de empresas e
instituições e a campanhas internas (de qualidade, segurança,
produtividade). Para saber mais sobre a Soma, acesse nosso site:
www.somaonline.com.br

PERGUNTA: Como é seu horário de trabalho?
RESPOSTA: Como atendo empresas, geralmente trabalho no horário comercial.
Eventualmente, me desloco às empresas à noite para realizar entrevistas
com funcionários que trabalham no período. Outras vezes, posso me
estender trabalhando à noite ou em fins de semana, para cobrir eventos
ou produzir rapidamente algum material.

PERGUNTA: Em sua opinião, quais conhecimentos, além daqueles que se aprende na
faculdade, podem ajudar no desenvolvimento profissional?

RESPOSTA: O jornalista precisa estar muito bem informado sobre os mais variados
temas, sobretudo aqueles ligados a sua área de atuação. Hoje é
fundamental, também, ter domínio de informática e de novas mídias,
falar pelo menos mais um idioma e manter bons relacionamentos.

PERGUNTA: No exercício profissional você tem necessidade de abrir mão de alguma
coisa da sua vida pessoal?
RESPOSTA: Atualmente não. Mas quando meus filhos eram pequenos tive
dificuldade em conciliar os papéis de profissional, mãe, dona de casa.

PERGUNTA: Quais as dificuldades encontradas no início da carreira?
RESPOSTA: Eu tive muita sorte porque consegui trabalhar como jornalista, quando
cursava o primeiro ano da Faculdade.

PERGUNTA: Quais as dificuldades encontradas atualmente?
RESPOSTA: Arranjar emprego, principalmente sem experiência, é muito difícil. Uma
boa alternativa é fazer um estágio;

PERGUNTA: Como está o mercado de trabalho para o Jornalista?
RESPOSTA: Bastante saturado.

PERGUNTA: Recentemente o STF decidiu abolir a exigência do diploma para exercer
a profissão de Jornalista. Qual sua opinião há respeito disso?
RESPOSTA: A não exigência do diploma contribuiu para tornar ainda mais difícil a
sobrevivência dos jornalistas. Se a concorrência já era grande, agora com
certeza vai aumentar.

PERGUNTA: Que conselho daria a quem deseja seguir essa profissão?
RESPOSTA: Como qualquer área, jornalismo exige amor, estudo, dedicação. As
dificuldades são muitas, mas quem se dispuser a enfrentá-las vai
experimentar momentos de grande realização.

33 comentários:

video_aulas_2009 disse...

Mto boa a entrevista!
gostei bastante!

www.videoaulas2009.blogspot.com

Flá Romani... disse...

Que legal a entrevista :)

parabéns pelo post

Jaqueliny Euzébio disse...

Ah, eu já vim aqui antes e mais uma vez, achei o assunto muito interessante!

Vivendo deixando a vida me levar... disse...

Olá Inez tudo bem??? Obrigada pela visita carinhosa no blog como sempre!!

Gostei da sua entrevista, foi bom poder conhecer mais esta profisão que apesar de comum e já estar com mercado saturado, não sabemos exatamente do que se trata do quanto abrange!!

Bjokas e volte sempre viu!!

=^.^=

Furdunço disse...

muito boa a entrevista,ajuda as pessoas que querem ser jornalistas a pensarem e ver se é isso mesmo que eles querem!!!

mto bom

Tiago Dadazio disse...

ENTREVISTA COM O SERGIO CAPRINI!

Gúh! disse...

Mto boa !

Bom para ajudar os proximos jornalistas, uma pessoa experiente é sempre bom :D

Tiago Dadazio disse...

DEVE SER BOM FAZER MATÉRIAS NO IRAQUE!

Pobre esponja disse...

Sempre ótimos posts. Bom para o pessoal ir vendo que jornalista não é apenas o Willian Bonner: assim como as outras profissões, tem inúmeras ramificações e possibilidades.

abç
Pobre Esponja

lol disse...

boa entrevista

http://mundodrogado.blogspot.com

Wellington disse...

Olha que legal! Dona Inez dando entrevista!!! =D Muito bom! Parabéns!!!

Abraços! =)

http://neowellblog.wordpress.com/

kikinhah disse...

Quando uma pessoa faz o que realmente gosta, faz com muito talento.
BjOs^^

Wellington disse...

Olha eu aqui de novo! Adorei a entrevista! E gostei das respostas, mesmo! =) Dona Inez tenho uma dúvida: Se eu me graduar em nihongo (japonês) eu posso trabalhar como jornalista correspondente do Japão para algum jornal do Brasil? =)

Obrigado e abraços!

http://neowellblog.wordpress.com/

Parabéns pela entrevista!!!
=D

Bruno Leonardo disse...

todo profissional, geralmete conheçe os percalso do seu caminho aquele que não conheçe, não bem sucedido.

Rafael Watanabe disse...

Há! Passei por aqui ainda ontem e já reconheci pelo endereço. Legal esse post, ainda mais porque é referente a área em que eu estou me graduando (Comunicação) (ok, mas eu estudo mesmo é Publicidade e Propaganda, mas ao lado dos Jorns). De qualquer maneira, gostei da entrevistada, boas e esclarecedoras respostas pra quem não é familiarizado com a área (por pouco, não cursei jornalismo, e se o fizesse, seria triste). Mais uma vez, paarbéns pelo Blog.

Wellington disse...

Que legal dona Inez! Seu caso seria o xintoísmo ou zen budismo? Eu tenho uns dezenas de amigos de Taiwain e eles me fizeram conhecer a filosofia de Tao e na medida que estou descobrindo estou por fazer parte da filosofia deles! Digo filosofia, pois eles dizem que não é religião... preciso entender isso melhor hihihi! =) Tenho um pouco que receios pois estou para me encontrar com um senhor da China e nem sei o que ele tem pra me apresentar de lá! XP Já tive meus choques culturais, inclusive fim de semana passado, mas é muito divertido aprender sobre o oriente! =)

Abraços e obrigado pela resposta!

http://neowellblog.wordpress.com/

Ana Lucia Nicolau disse...

ótima entrevista...

Tiago Camilotti disse...

A profissão de jornalista é extremamente importante nos dias de hoje, porque a comunicação e a informação é muito mais rápida e instantanea do que pouco tempo atrás.

Parabéns pela entrevista, admiro esses profissionais. >:>:>:>:

Igor Pinheiro disse...

Muito boa a entrevista.
Há alguns meses, tinha certeza de que queria fazer cinema na faculdade, mas jornalismo tem me despertado uma coisa muito boa. Estou com muita dúvida e esse tipo de entrevista me faz pensar no que quero fazer.
Parabéns!

http://twitter.com/tvecine

liizandra disse...

adorei (:

Ben Oliveira disse...

Muito interessante a entrevista!
Pra mim que vou fazer jornalismo, achei super importante ela.
Aguardo próximas entrevistas.
Parabéns pelo blog!

Keisy disse...

...AHHH Inez vc salva! AUSHAUSH ...Sempre ajudando a gente' :) ...Estava entre jornalismo sabia? Mas depois dessa entrevista já sei bem o que quero! BJÃO!!!

Danilo Moreira disse...

Apesar de fazer Rel Públicas, até hj ainda tenho uma queda por Jornalismo, mas tenho q admitir que o mercado anda saturado pra eles, pelo menos pros amigos q eu conheço.

Abçs!!!

http://blogpontotres.blogspot.com/

Keisy disse...

EEE tiiia Ineeez viu?! AUSHAUSH VOLTEI TBM! AUSHAUSH ...Mas então... Eu disse que depois de ler o post, já sei o que fazer né... Eu estava entre psicologiiia (siim, psicologiiia...), biomedicina, jornalismo, comercio exterior e design (web design')...

Keisy disse...

...Eu fiiz tantos testes vacacionais' tantos... mais tantos! que já nem sabia mais o queria fazer! já estava em desespero! :o Aí, uma amiga minha disse que talvez, os testes não iam ajudar' pois as vezes ajudam....e outras vezes não' :s Aí com o tempo descobri o que quero! :) design grafico é a minha cara! Tem tudo a ver comigo... espero que eu goste... AAAHH e vc tbm entra nessa historia feliiz! Me ajudou tbm né... Pois lendo aqui, foi clareando a minha mente! Obrigada tiia Inez!!! bjãooo!

Keisy disse...

...AAHH então... EU AMOOO LER INEZ! e escrever tbm! :) No colegio, minha materia favorita era portugues e literatura! e minhas notas mais altas era em portugues'! AUSHAUSH ...Antes pensava até em academia de letras sabia? Mas a web é mais a minha cara... AAHH esqueci de citar que pensei em fazer publicidade e propaganda tbm... BjinhOs!! *_*

Angel disse...

Muito legal a entrevista, me interessou bastante, até pq eu mesma já pensei em fazer um curso de jornalismo, pois amo escrever.Mas com essa decisão do STF me deixou um pouco insegura, e foi a pergunta que mais me interessou na resposta. Realmente o mercado está saturado e com essa agora, todo mundo pode ser chamado de "jornalista". Não achei legal a decisão do STF, mas vamos ver no que isso vai dar. grande beijo Inez, adoro teu blog.

http://infonews2012.blogspot.com

Keisy disse...

...ahh então Inez... Por isso que eu me cofundi! :o Pq fiiz muitos testes pela internet... Ai nem sabia mais o que queriiia! Huuummm vc ajuda msm! ...Mas então.. uma vez a nossa diretora disse que iamos ter uma orientação de um psicologo no colegio né... e nemmm... está devendo ate hj! Mas jah achei uma ajuda aquiii' *_* tchauzinhuuu!

Vini e Carol disse...

Super interessante a entrevista!
Como sou do ABC, confesso que nunca ouvi falar dela, de começo achei que a entrevista era com você mesma.. rs

Super legal.

Beijos.

iti disse...

bacana... um insentivo para um futuro profissional..
abrs
http://www.maquinazero.com.br/blog/

Malú disse...

Oiee!!Nossa parabéns a entrevista foi maravilhosa!Para mim principalmente foi ótima estou pensando em seguir na area do jornalismo! Seu blog esta de parabéns adorei tudo!! bjOka's

Euzer Lopes disse...

jornalismo é uma das poucas profissões que, além de talento, dedicação, blablablás e afins, exige uma coisa: amor INCONDICIONAL.

º°● Piter disse...

Vc é fantástica, o trabalho que faz aqui na net é igualmente fantástico. Como sempre digo e repito: és útil! E por ser útil merece ser visto por todos que precisam!

Abraços Inez!

Sucesso!